Filipe Carreira da Silva

É investigador auxiliar do quadro de pessoal do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e fellow do Selwyn College da Universidade de Cambridge. É, desde 2012-2013, professor convidado no Departamento de Sociologia da Universidade de Cambridge.

Licenciado em Sociologia (ISCTE, 1998) inicia a sua carreira como Assistente Estagiário no Departamento de Sociologia do ISCTE. Em 2003, conclui o doutoramento na Universidade de Cambridge com uma dissertação em Teoria Sociológica Clássica ("In Dialogue with Modern Times. The Social and the Political Thought of G. H. Mead").

Laboratório de redação

Realizou os seus estudos de pós-doutoramento nos Estados Unidos, primeiro na Universidade de Harvard e, posteriormente, na Universidade de Chicago. Foi investigador convidado no Instituto Van Leer da Universidade Hebraica de Jerusalém em 2009 e no Centro de Sociologia Cultural da Universidade de Yale em 2011. Tem uma habilitação para o exercício de funções de coordenação científica em Sociologia pela Universidade de Lisboa (2016).

É autor de 9 monografias, organizador de 6 livros e vários números temáticos em revistas científicas, incluindo G.H. Mead. A Critical Introduction (2007, Polity Press), Social Theory in the Twentieth Century and Beyond (2010, Polity Press) e G.H. Mead. A Reader (2010, Routledge). Mead and Modernity. Science, Selfhood and Democratic Politics (2008, Lexington Books) foi galardoado, em 2010, com o prémio da Associação Americana de Sociologia para a melhor obra sobre a história da disciplina. O seu mais recente livro é Sociology in Portugal: A Short History (2015, Palgrave-Macmilan).

Mais recentemente, no âmbito do projecto de investigação "Promessas por Cumprir: As Origens Políticas da Desigualdade Socioeconómica em Portugal, 1960-2010", publicou O Momento Constituinte. Os Direitos Sociais na Constituição (2010, Almedina), O Futuro do Estado Social (2013, FFMS) e Os Portugueses e o Estado-Providência (2013, Imprensa de Ciências Sociais). O seu último livro, The Politics of the Book, foi publicado pela Penn State University Press em 2019. Publicou mais de 30 artigos em revistas nacionais e internacionais com peer-review, incluindo Análise Social, European Journal of Social Theory, International Journal of Constitutional Law, History of Human Sciences, European Societies, Sociology e Political Studies.

Os seus interesses académicos passam pelas teorias sociológicas, sociologia política urbana e estudos sobre cidadania. Desde 2018, co-edita com Mónica Brito Vieira a coleção de livros "Theory Workshop: New Frontiers in Social and Political Theory" (Brill). É atualmente director-adjunto da Análise Social. Coordena atualmente o projecto de investigação - Populus: Repensando o Populismo (2018-2022) (referência FCT: PDTC/SOC-SOC/28524/2017). A Co-Pi do projeto é a Professora Mónica Brito Vieira. A equipa de investigação conta ainda com um investigador de pós-doutoramento (Luca Manucci) e um aluno de doutoramento, David Larraz.

TEORIA SOCIAL CONTEMPORÂNEA

1Cem anos de Teoria Social Francesa
2A Metáfora Biológica
3O Enigma da Vida Quotidiana
4A Invasão do Homem Econômico
5A Sociologia Encontra a História
6A História do Presente
7A Propagação da Razão
8Um Admirável Mundo Novo?
9Conclusão

CADASTRE-SE E FAÇA
UMA AULA EXPERIMENTAL!

Entre em
contato
conosco


Para informações,
agendamento de aulas
experimentas e demais
assuntos, preencha o
formulário ao lado.

Nosso Endereço